O uso de diários na batalha contra a balança | SBWC | Formações
743
post-template-default,single,single-post,postid-743,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.1.3,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive
 

O uso de diários na batalha contra a balança

O uso de diários na batalha contra a balança

27 set O uso de diários na batalha contra a balança

O uso de diários na batalha contra a balança

Você sabia que o simples fato de anotar o que você consome ao longo do dia e se pesar com frequência pode ajudar na batalha contra a balança?

 e manter essa perda de peso é um desafio que leva muitas pessoas a buscarem ajuda externa, como por exemplo, livros de auto-ajuda, programas de aconselhamento clínico, grupos de apoio e programas de Wellness Coaching. Essas formas de assistência possuem em comum o uso de ferramentas de auto-monitoramento, em que a pessoa assume a responsabilidade por sua própria saúde.

Pesar-se semanalmente parece contribuir para que os indivíduos mantenham-se mais focados e sensíveis a mudanças em seu peso, pois podem identificar mudanças de comportamento positivas através mesmo de pequenas perdas de peso (ou manutenção de peso) e fazer os ajustes de comportamento necessários ao perceber pequenos ganhos de peso, para que não se transformem em ganhos de peso substanciais.

Um estudo publicado na revista Obesity acompanhou 3003 participantes que haviam perdido mais de 30 libras (aproximadamente 14kg) e verificou que os indivíduos que foram mais bem sucedidos em manter a perda de peso eram os que se  pesavam com mais frequência.

Existe o questionamento de que o hábito de se pesar frequentemente possa gerar consequências psicológicas negativas, como depressão, ansiedade, estresse e outras preocupações exageradas acerca do peso, o que atrapalharia a eficiência dessa abordagem. Entretanto, a maior parte das evidências demonstra uma correlação positiva entre a pesagem frequente e perda de peso e apenas em amostras de indivíduos que não estavam acima do peso foram observados esses efeitos negativos.

Por sua vez, o uso de diários alimentares parece contribuir para que os indivíduos tenham maior controle sobre a dieta e diminui as chances de cometer desvios da mesma. Em um estudo publicado recentemente no Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, 123 mulheres obesas e com sobrepeso foram acompanhadas durante 12 meses e verificou-se uma maior perda de peso dentre as participantes que preencheram diários alimentares com maior frequência (cerca 2,7kg a mais), enquanto as participantes que pulavam refeições ou saíam para comer fora mais frequentemente tiveram as menores perdas de peso (respectivamente 3,6kg e 2,3kg a menos).

Os autores do estudo concluíram que o auto-monitoramento da dieta associado a refeições preparadas em casa e consumidas em intervalos regulares contribuem para uma perda de peso mais significativa.

O uso de diários em papel não parece ser a estratégia mais eficaz, uma vez que consomem mais tempo e podem ser entediantes. Diversos estudos têm se concentrado no uso de diários eletrônicos vinculados à Internet, e encontraram resultados mais satisfatórios na perda de peso.

Um estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh com 210 indivíduos obesos e com sobrepeso verificou que, após 6 meses, o grupo que utilizou diários eletrônicos teve maior aderência ao auto-monitoramento e maior redução no peso, na circunferência de cintura e na ingestão de alimentos calóricos e ricos em gordura saturada quando comparados ao grupo que utilizou diários em papel. Mas, seja qual for o tipo de diário que escolher usar, seja honesto: anote tanto seus triunfos quanto suas escorregadas na dieta.

Podemos perceber que o auto-monitoramento parece ser não só um aliado, mas um fator central a ser incluído nos programas de perda de peso. Você pode encontrar aqui algumas dicas de aplicativos para começar hoje a sua batalha contra a balança. Além disso, evite comer fora: isso significa menor controle sobre os ingredientes e métodos de preparo, e ainda porções maiores de comida. Deixe um comentário contando o que achou dessa postagem e lembre-se: bem-estar é uma questão de FEH – Foco, Equilíbrio e Harmonia!

Nathalie Gonzalez

Nathalie Gonzalez é Educadora Física e certificada internacionalmente em Wellness & Health Coaching

Fontes:

The impact of regular self-weighing on weight management: a systematic literature review

Self-Monitoring and Eating-Related Behaviors Are Associated with 12-Month Weight Loss in Postmenopausal Overweight-to-Obese Women

Self-Monitoring in Weight Loss: A Systematic Review of the Literature

Using Instrumented Paper Diaries to Document Self-Monitoring Patterns in Weight-Loss

The Effect of Electronic Self-Monitoring on Weight Loss and Dietary Intake: A Randomized Behavioral Weight Loss Trial

Consistent Self-monitoring of Weight: A Key Component of Successful Weight Loss Maintenance

Veja Também

  • 11 Dicas para estimular a prática de exercícios11 Dicas para estimular a prática de exercícios Praticar exercícios é sabidamente um importante hábito para melhorar a qualidade de vida e saúde em geral. Um estudo recentemente publicado no The Lancet mostrou que o sedentarismo […]
  • Como anda o seu sonoComo anda o seu sono? Desde a era industrial, as horas de sono vêm diminuindo gradativamente e o descanso vem sendo reduzido em detrimento do "alto rendimento profissional", das tarefas diárias e do apelo […]
  • Dicas para se exercitar no fim de semana - Rio de JaneiroDicas para se exercitar no fim de semana – Rio de Janeiro Fim de semana de sol no meio do inverno e o que você pensa em fazer para aproveitar esse maravilhoso clima da cidade maravilhosa? Você é daqueles que dorme até mais tarde e passa o […]

Comentários